&ev=PageView&noscript=1"/> Inventário de estoque: passo a passo para fazer na sua empresa
Contábil

Passo a passo de como fazer o inventário de estoque

Publicado em 10/10/2023
Passo a passo de como fazer o inventário de estoque

O inventário de estoque é uma listagem completa de todos os produtos armazenados no estoque de uma empresa. A ideia é que essa listagem identifique, classifique e determine o valor de cada produto.

Assim a gestão consegue se certificar de que o controle de estoque está correto. Logo, a empresa tem como garantir que realmente possui o estoque que acredita possuir.

É por isso que vale a pena saber mais sobre o inventário de estoque e como fazê-lo corretamente. Aprenda na sequência.

O que é inventário de estoque?

Um inventário de estoque é um processo organizado e sistemático utilizado por empresas para contabilizar, classificar e auditar os itens armazenados em seu estoque. Esse procedimento é essencial para garantir um controle preciso dos recursos disponíveis e proporcionar uma visão clara da quantidade, valor e estado dos produtos armazenados.

Para que serve o inventário de estoque?

O inventário de estoque permite realizar verificação de estoque, identificar problemas, melhorar a gestão de estoque, reduz perdas e desperdícios, entre outros.

Entenda mais sobre as funcionalidades, abaixo.

Verificação de estoque

Ele certifica que o controle de estoque da empresa está correto, evitando problemas como a promessa de uma entrega inviável.

Identificação de problemas

Se a empresa comprou produtos e materiais em excesso ou ocorreram extravios e perdas do estoque, o inventário tem como verificar as informações. Assim, ele permite que a equipe aja de forma eficaz para solucionar o problema.

Melhoria na gestão de estoque

O inventário ajuda a melhorar a gestão do estoque, ou seja, as entradas e saídas. Isso é útil tanto em termos de disponibilidade quanto de estratégia, visando as reposições necessárias.

Melhoria no atendimento ao cliente

Com um controle eficaz do estoque, a empresa pode atender melhor seus clientes. Assim ela pode garantir que os produtos desejados estão sempre disponíveis.

Redução de perdas e desperdícios

Ao identificar produtos em excesso ou obsoletos, a empresa pode tomar medidas para reduzir essas perdas. Isso pode se dar por meio de promoções ou pelo descarte adequado.

Auxílio para atender requisitos da legislação

Em muitos casos, as empresas são obrigadas por lei a manter registros precisos de seu estoque. Nesse sentido, o inventário pode ser entendido como uma importante ferramenta.

Quais são os tipos de inventários de estoque

Existem vários tipos de inventários de estoque, cada um com suas próprias características e usos. A seguir apresentamos alguns dos mais comuns.

  • Inventário Periódico: este tipo de inventário é realizado apenas em períodos definidos de tempo, geralmente na data do balanço. Os estoques são avaliados nesta data por meio de inventário físico, ou seja, através da contagem presencial dos estoques;

  • Inventário Permanente: este tipo de inventário é realizado de maneira contínua, a cada operação de compra ou venda da empresa;

  • Inventário Dinâmico de matéria-prima: se concentra na armazenagem de matéria-prima. É o caso de uma empresa que fabrica uniformes profissionais personalizados na qual o tecido usado para criar o produto final é uma matéria-prima;

  • Inventário Geral: abrange a contagem e identificação de todos os bens de uma organização, como itens de almoxarifado, insumos, mercadorias, maquinário, etc. Geralmente, é útil para contabilidade e avaliação do patrimônio empresarial;

  • Inventário Regular ou Cíclico: registra as referências necessárias para satisfazer a demanda durante o tempo de reabastecimento;

  • Inventário Obsoleto, Morto ou Perdido: este tipo de inventário é usado para identificar itens que não estão mais em uso, que foram perdidos ou que se tornaram obsoletos.

Importância e benefícios do inventário de estoque

O inventário de estoque é uma ferramenta essencial para o sucesso de qualquer negócio que lida com produtos físicos. Aqui estão alguns dos principais benefícios e a importância dele.

Melhoria na gestão de estoque

O inventário de estoque permite que as empresas tenham uma visão clara do que têm em mãos, o que está em ordem e o que precisa ser reabastecido. Esse é o caminho para evitar falta ou excesso de estoque, situações que podem levar a perdas financeiras.

Melhoria no atendimento ao cliente

O inventário permite o melhor controle sobre os ativos da empresa, o que pode funcionar como um instrumento para gerar satisfação no cliente.

Redução de perdas e desperdícios

É no controle adequado do estoque que a gestão pode pensar em medidas para seu uso, garantindo que ele funcione de forma estratégica.

Auxílio para atender requisitos da legislação

É importante trabalhar com o inventário conforme as exigências legais. Isso permite que a empresa tenha segurança para agir no dia a dia.

Aumento da eficiência operacional

O inventário de estoque pode ajudar a identificar áreas onde os processos podem ser melhorados, levando a uma maior eficiência operacional.

Informações para tomada de decisão

O inventário de estoque fornece informações valiosas que podem ser usadas na tomada de decisões estratégicas, como planejamento de vendas, compras e produção.

Em resumo, o inventário de estoque é uma ferramenta valiosa que pode contribuir significativamente para o sucesso e crescimento de um negócio.

Quando fazer o inventário de estoque

O inventário de estoque deve ser feito por uma empresa de maneira frequente, podendo ser mensal, trimestral ou anual. Além disso, algumas situações pontuais podem exigir a realização de um inventário de estoque, como:

  • mudança de sistema de gestão;

  • início ou fim de contrato;

  • início ou término de um período de pico de vendas.

No Brasil, as normas contábeis são regulamentadas pelo Conselho Federal de Contabilidade, que determina que as empresas que optam pela tributação com base no Lucro Real devem fazer o Livro de Registro de Inventário trimestral ou anualmente.

Além disso, o inventário de estoque deve ser feito quando a empresa enfrenta situações como:

  • Produtos extraviados com frequência;

  • Excesso de mercadorias encalhadas;

  • Atraso nas entregas por falta de produto;

  • Compras imprecisas.

No geral, a frequência e o momento da realização do inventário de estoque podem variar dependendo das necessidades específicas e das circunstâncias da empresa. Verifique o seu caso e não deixe de trabalhar com esse recurso.

 

Como realizar o inventário de estoque de forma eficiente?

Realizar um inventário de estoque é uma tarefa crucial para garantir o controle preciso dos produtos disponíveis. Para otimizar esse processo, sugerimos seguir os passos abaixo, cada um desempenhando um papel importante na eficácia do inventário.

Defina uma data adequada

Escolha uma data menos movimentada para realizar o inventário, levando em consideração o fluxo de entrada e saída de produtos. Isso reduzirá interrupções e proporcionará uma visão mais precisa do estoque.

Identificação única para todos os produtos

Atribua a cada produto um código de identificação exclusivo. Isso facilitará a contagem e evita duplicações ou omissões durante o processo.

Endereçamento de todas as posições do estoque

Certifique-se de que todas as posições do estoque sejam endereçáveis. Isso significa designar locais específicos para cada tipo de produto, facilitando a localização durante o inventário.

Listas organizadas

Crie listas organizadas com base em critérios relevantes, como quantidade, tipo de mercadoria, peso e tamanho. Isso proporciona uma visão detalhada do estoque e ajuda na identificação de possíveis discrepâncias.

Utilize códigos de barras ou planilha eletrônica

Implemente um sistema eficiente de rastreamento, seja por meio de códigos de barras ou uma planilha eletrônica. Isso simplifica a identificação e localização dos produtos, agilizando o processo de contagem.

Sistema de verificação dupla às cegas

Integre um sistema de verificação dupla às cegas durante o inventário. Isso envolve duas pessoas contando os mesmos produtos independentemente, o que reduz erros e melhora a precisão do inventário.

Conferência dos produtos

Durante a contagem, verifique se todos os produtos possuem códigos de barras afixados. Essa etapa garante a correspondência entre a identificação única e o produto físico, contribuindo para a exatidão dos registros.

Ao seguir esses passos de maneira, sua empresa estará mais bem equipada para realizar um inventário de estoque eficiente, proporcionando uma gestão mais precisa e eficaz dos seus recursos.

Quer sofisticar ainda mais esse trabalho? Então conheça a solução da Mapah de acompanhamento do inventário de estoque.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir