O que é Margem de Contribuição e como calcular?
Filtro de Categorias
22/06/2022

Mapah

O que é Margem de Contribuição e como calcular?

O que é Margem de Contribuição e como calcular?

Antes de mais nada, o básico para entender a margem de contribuição é compreender que o dinheiro que você recebe por uma venda não equivale a 100% de lucro, afinal nenhuma margem de lucro chega a esse montante. 

Sendo assim, a ideia da margem de contribuição, ou ganho bruto, é que cada produto ou serviço vendido contribui com algum valor para as despesas fixas da sua empresa, como o imposto.

Entender a lucratividade do seu negócio é fundamental. Embora existam muitas métricas de lucratividade diferentes para explorar – da margem de lucro bruto à margem de lucro líquido – a margem de contribuição é a que pode te  ajudar  a entender o efeito de um produto específico na lucratividade de sua empresa. 

O que é margem de contribuição? Nesse artigo,nós vamos explicar tudo o que você precisa para conseguir usar essa métrica a seu favor!

O que é margem de contribuição?

A margem de contribuição é o valor pelo qual a receita de vendas da sua empresa excede seus custos variáveis. Trata-se de uma outra maneira de olhar para o lucro.
 
Simplificando, sempre que você entrega um serviço ou produto e deduz o custo variável associado à entrega deste produto, a receita que resta é a margem de contribuição. Em outras palavras, é uma análise do valor que suas vendas contribuem para custos fixos e lucros.

O mais importante é entender que a margem de contribuição é uma ótima maneira de decidir se deve reduzir custos específicos. 

Além disso, essa métrica é uma parte importante da análise do ponto de equilíbrio de uma empresa.

Por que a margem de contribuição é importante?

A margem de contribuição é importante para ajudar as empresas a tomar uma variedade de decisões. Se você tiver um produto com uma margem de contribuição negativa, provavelmente vai repensar as estratégias de venda ou aumentar o preço dele, para aumentar a lucratividade do negócio. 

Também é importante observar que, se você fizer isso, também deve considerar os custos fixos e não confiar apenas na margem de contribuição para tomar essa decisão

Dessa forma, quanto melhor você entender a margem de contribuição, mais pode ser compatível com o benefício da sua empresa. 

Esse primeiro momento em que a utilizamos serve para identificar se estamos conseguindo vender nosso produto ou serviço de maneira eficaz para cobrir os custos e despesas fixas. Sendo assim, não basta acharmos que só o preço de venda, menos os custos e despesas variáveis serão suficientes para tornar a empresa saudável e lucrativa.
 
Outro momento importante de olharmos para a margem de contribuição é para definição do planejamento da empresa e de suas tomadas de decisões. 

No entanto, por outra perspectiva, podemos ter um novo plano de ação para dar mais foco no produto que tem uma margem de contribuição maior. A importância da margem de contribuição é fundamental para qualquer empresa, pois, dessa forma, visualizamos melhor essa importância.

• Os principais KPI’s financeiros para uma empresa saudável

Custos e despesas na margem de contribuição

Para deixar ainda mais claro o conceito de margem de contribuição, vamos conhecer as principais diferenças no conceito de custos e despesas?

Custos fixos: gastos rotineiros que não se alteram de acordo com o volume de produção, como o aluguel do escritório e folha de pagamento;

Custos variáveis: gastos que variam conforme o volume de produção, como a matéria-prima para fabricação de produtos e impostos pagos na comercialização;

Despesas fixas: despesas administrativas que não variam de acordo com as vendas e distribuição, como o IPTU do escritório e serviços de limpeza e manutenção;

Despesas variáveis: despesas administrativas que aumentam ou diminuem na mesma proporção das vendas, como a comissão de vendedores.

Apesar de serem usados frequentemente como sinônimos para facilitar o entendimento, há pequenas diferenças entre custos e despesas. Porém, para que você possa entender melhor a margem de contribuição, o mais essencial é aprender a distinguir os gastos fixos e variáveis.

Como calcular a margem de contribuição

Quando pensamos em cálculo automaticamente já imaginamos que será complicado.Hoje vamos ensinar para você uma forma muito prática para você calcular a margem de contribuição sem nenhum erro e dificuldade. 

O cálculo da margem de contribuição é bem simples. Para fazer, aplique a seguinte fórmula:

margem de contribuição = valor de vendas – ( custos variáveis + despesas variáveis)

Ressaltando que essa fórmula  aponta a margem total. Há outro tipo de margem de contribuição, que é a margem de contribuição unitária.

A margem unitária representa o quanto cada produto ou serviço contribui, individualmente, para pagar todos os gastos da organização. Para fazer o cálculo,  usa-se a fórmula:

margem de contribuição unitária = preço de venda – ( custo variável unitário + despesa variável unitária)

Analisando sua margem de contribuição

De um modo geral, você deseja que sua margem de contribuição seja a mais alta possível, não é mesmo? Uma margem de contribuição alta significa que você ganha mais com seus produtos do que eles custam para produzir e está em uma posição forte para cobrir seus custos fixos. Uma margem de contribuição baixa significa simplesmente que suas margens são pequenas e que você precisará vender um volume alto para obter um lucro decente e pagar seus custos fixos. 

Suas margens de contribuição também podem ser avaliadas em um nível específico do produto. Portanto, se você produz uma grande variedade de produtos, calcular a margem de contribuição de cada produto o ajudará a entender quais são seus melhores desempenhos e quais você deve considerar descartar. 

Obviamente, a margem de contribuição de um produto é simplesmente um fator a ser considerado ao avaliar sua linha de produtos. Tentar cortar custos pode não ser o melhor caminho para produtos de luxo com margens de contribuição baixas, mas aumentar os preços pode ser uma alternativa melhor. As empresas também devem levar em consideração as expectativas dos clientes, a marca e os padrões internos. 

• Como medir a rentabilidade de uma empresa?

A importância de uma boa gestão financeira na análise da margem de contribuição

Como vimos, a  margem de contribuição serve como um valioso instrumento de apoio à tomada de decisão, porém é importante ressaltar que para que ela seja usada da forma correta é importante contar com o apoio de profissionais qualificados para analisar os dados  de maneira eficaz através de uma gestão financeira eficiente.

Aqui na Mapah, nós estamos a cada dia inovando e nos adaptando às novas demandas e necessidades do mercado com o único objetivo de levar até você soluções inteligentes para posicionar o seu negócio da melhor maneira no mercado, através da contabilidade como ferramenta de gestão.

Newsletters

Cadastre-se e receba notícias
toda semana direto no seu e-mail!

Clique aqui

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir