Novas fintechs estrangeiras chegam ao Brasil e disputam espaço com o Nubank
Filtro de Categorias
08/06/2022

Economic News Brasil

Novas fintechs estrangeiras chegam ao Brasil e disputam espaço com o Nubank

As fintechs estão conquistando o mercado brasileiro, prova disso foi a marca alcançada pelo Nubank de 50 milhões de clientes no país.

Novas fintechs estrangeiras chegam ao Brasil e disputam espaço com o Nubank

As fintechs estão conquistando o mercado brasileiro, prova disso foi a marca alcançada pelo Nubank de 50 milhões de clientes no país. Com isso, outras empresas do exterior perceberam o potencial nacional e devem começar a atuar aqui nos próximos meses, como é caso da Revolut e N26. Das duas, a maior delas é a Revolut, que foi fundada no Reino Unido e está avaliada em US$ 33 bilhões. Com mais de 15 milhões de clientes em 35 países, a empresa anunciou que chegará ao Brasil a partir do 2º semestre deste ano.

A N26 também iniciará sua atuação no mesmo período, mais essa é a sua segunda tentativa no país. Em 2020, em decorrência da pandemia por Covid-19, seus planos foram adiados. Recém saída dos EUA, a empresa avaliada em US$ 9 bilhões, mira agora o mercado brasileiro.

A atuação de ambas empresas será, inicialmente, como fintechs de créditos, podendo oferecer conta de pagamentos, cartão de crédito e financiamentos com recursos próprios, com a possibilidade de ampliar com o tempo o escopo de serviços. O foco inicial será no crescimento com recursos próprios, obtidos com fundos de capital de risco.

A plataforma de informações financeiras Crunchbase levantou dados que atestam que Revolut e N26 já captaram, cada uma, US$ 1,7 bilhão. Um valor ainda abaixo da metade dos US$ 3,9 bilhões recebidos pelo Nubank durante a fase anterior à abertura de capital. A empresa, que abriu capital em dezembro do ano passado e levou a empresa a ser brevemente o maior banco da América Latina, hoje é negociado a menos da metade do pico de valorização na bolsa.

Mais o cenário brasileiro de fintechs será bem competitivo, já que empresas como Banco Inter, C6 Bank, Neon e Original já atuam nesse mercado e disputam com outros grandes bancos como o iti, do Itaú, e o Next, do Bradesco, além da conta digital do BTG Pactual.

Fonte: Economia e Negócios – O Estado de S. Paulo

Newsletters

Cadastre-se e receba notícias
toda semana direto no seu e-mail!

Clique aqui

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir