Gestão de Capital de Giro: como estruturar uma estratégia em sua empresa?
Filtro de Categorias
13/06/2022

Mapah

Gestão de Capital de Giro: como estruturar uma estratégia em sua empresa?

Gestão de Capital de Giro: como estruturar uma estratégia em sua empresa?

Durante uma estratégia contábil, são adotadas diversas medidas buscando o aprimoramento empresarial. Uma delas, e que deve ser adotada na sua empresa, é a Gestão de Capital de Giro

O conceito utilizado no capital de giro é de fácil compreensão quando comparado ao uso de despesas mensais de uma família para o custo de vida, pois utiliza os mesmos parâmetros para despesas fixas, como aluguel e alimentação, além das variáveis, como vestuário e entretenimento. 

A gestão de capital de giro é a manutenção dos ativos e passivos circulantes, buscando métricas para compreender o funcionamento da empresa. Nesse artigo, trataremos a definição dessa gestão, para que serve e como a mesma pode ser aplicada no seu negócio.

O que é Gestão de Capital de Giro?

O capital de giro, palavra muito conhecida entre os empreendedores, é a métrica que identifica como uma empresa está operando em seu cenário, avaliando sua eficiência em um curto período. 

Os índices de capital de giro podem ser observados a partir de indicadores como o fluxo de caixa. Uma empresa usa o capital de giro quase que diariamente em suas transações, mantendo-se uma empresa sólida, lucrativa e com liquidez no mercado.

Qual a importância do capital de giro em uma empresa?

Administrar o capital de giro é uma tarefa diária na vida da organização. Os valores da empresa precisam ser administrados diariamente.Caso haja necessidade, esses valores podem ser destinados a gastos inesperados e compras de materiais básicos utilizados na confecção de mercadorias, por exemplo.

A gestão é de fácil entendimento e é eficiente quando aplicada no empreendimento, buscando a liquidez e saúde geral da empresa. 

Alguns itens utilizados para analisar essa atividade e buscar os seus resultados são: a coleta de receitas geradas pela empresa, o gerenciamento das dívidas existentes, o controle de estoque para não haver gastos desnecessários ou desperdícios e o pagamento de fornecedores no prazo. 

O capital de giro, inclui necessidades que variam dentre os setores utilizados. Geralmente, as empresas que o utilizam precisam definir muito bem quais serão essas necessidades para que a tomada de decisões seja mais coerente e sustentável. 

Vale lembrar que a gestão do capital de giro busca também manter suas obrigações fiscais em dia. Uma das funções do capital de giro é manter as contas a pagar em dia, evitando problemas com fornecedores, liquidação de ativos, problemas com a justiça e, principalmente, evitando a falência. 

Através da gestão de capital de giro, o negócio pode concretizar uma estratégia contábil, buscando o equilíbrio entre os ativos e passivos atuais do empreendimento. 

Adotar um sistema de gestão eficaz é uma das alternativas mais sérias para o seu negócio. Um sistema eficaz de gestão de capital de giro auxilia a empresa a manter suas obrigações financeiras, ajustando possíveis problemas e determinando em que deve ser investido as quantias, gerando um aumento de lucros devido à organização. 

Entre os itens a serem analisados em um sistema para auxiliar na gestão de capital de giro, estão:

  • Um sistema que auxilie no estoque; 
  • Caixa;
  • Contas a pagar;
  • Contas a receber. 

Na Mapah Contabilidade, contamos comum sistema eficiente, que pode auxiliar  o seu negócio desde o gerenciamento de capital de giro, até as análise de desempenho. 

É importante que o sistema auxilie na identificação das áreas que exigem maior atenção corporativa, buscando manter a rigidez e rentabilidade por um todo. Além de analisar taxas como capital de giro e estoque também evita, como já citamos acima, os desperdícios. 

É importante que o sistema auxilie na identificação das áreas que exigem maior atenção corporativa, buscando manter a rigidez e rentabilidade por um todo. Além de analisar taxas como capital de giro e estoque também evita, como já citamos acima, os desperdícios.

Objetivos da Gestão de Capital de Giro 

Entre os principais objetivos para a gestão de capital de giro, podemos citar: 

Ciclo de operação suave

Um ciclo que visa garantir uma operação estável. Tendo em mente que as operações empresariais nunca devem parar pela falta de dinheiro, mesmo sendo para compra de matérias-primas ou pagamentos de salários. 

Capital de giro baixo

Para atingir o ciclo operacional da organização, é preciso manter a necessidade de capital de giro nos seus níveis de gastos mais baixos. Esse nível pode ser alcançado por créditos favoráveis para a empresa, ciclo de produção rápido, além de contas a pagar e receber eficientes.  

Boa vizinhança minimizando as taxas de juros

É importante que as negociações com as instituições financeiras, estejam favoráveis para a empresa. Com vantagens nestas negociações, a empresa consegue reduzir seus custos extras, como juros e financiamento,mantendo uma estrutura de capital ideal para o funcionamento. 

Retorno rápido dos ativos investidos

Tenha um colaborador atento às oportunidades de mercado. Principalmente para mapear quando deve-se utilizar os fundos ociosos para gerar mais rendimento para a empresa.

Como determinar estratégias de capital de giro na sua empresa?

As estratégias de gestão de capital de giro, normalmente, buscam por lucratividade. Sendo assim, o colaborador responsável deve almejar custos de capital para a sua empresa, sejam eles de curto ou longo prazo. 

Geralmente, lidar com fundo de capital a curto prazo são mais baratos do que os de longo prazo, no entanto, são investimentos mais arriscados. Eles lidam com taxas de juros que podem aumentar à medida que seja ajustado o refinanciamento.

Já os custos a longo prazo, quando concretizados, não podem ser refinanciados, trazendo sensação de estabilidade, pois existe apenas a possibilidade de revisão na taxa de juros somente durante sua renovação. 

As estratégias de utilização do capital de giro podem ser agressivas ou conservadoras. A utilização da estratégia dependerá muito do modelo de ativo que estamos lidando. 

Ao tratar com o conservadorismo, você se assegura mais das atitudes traçadas a frente no seu negócio. Dessa forma, além de financiar todo o capital de giro permanente, também é financiado uma parte do capital temporário. 
 
No entanto, medidas mais arriscadas tratam de uma estratégia mais agressiva. Estratégia na qual, como o próprio nome diz, envolve altos riscos. 

Além de financiar todo o capital de giro temporário, o empreendedor também financia parte do capital de giro permanente.

Conclusão 

Quando chegamos ao fim da nossa análise de todas essas estratégias, é possível visualizar desvantagens ao usarmos o capital de giro para movimentar as finanças da empresa. 

A dificuldade em acomodar mudanças econômicas e a dependência extrema dos dados para realizar movimentações são dois grandes fatores das desvantagens da utilização do capital de giro. 

Além disso, existem muitas outras variáveis dentro de uma empresa que deveriam ser postas em análise antes de uma tomada de decisões, como:

  • Taxas atuais;
  • Taxas rápidas;
  • O período no qual as coletas de dados foram realizadas;
  • Satisfação do cliente perante o cenário gerado.

O capital de giro proporciona o desenvolvimento de uma estratégia competitiva com operações simplificadas, evitando interrupções nas operações da empresa. 
Contudo, é necessária uma contabilidade especializada para realizar a implantação no seu negócio. Nesse momento, nós da Mapah podemos auxiliar a sua empresa através de uma contabilidade consultiva e focada na gestão do seu negócio. Entre em contato com um de nossos consultores e agende uma conversa.

Newsletters

Cadastre-se e receba notícias
toda semana direto no seu e-mail!

Clique aqui

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir