&ev=PageView&noscript=1"/> Necessidade de Capital de Giro (NCG): o que é e como calcular?
Contábil

Necessidade de Capital de Giro (NCG): o que é e como calcular?

Publicado em 27/04/2022
Necessidade de Capital de Giro (NCG): o que é e como calcular?

Como você já sabe, o capital de giro é vital para a saúde financeira de um negócio, pois representa a capacidade da empresa de manter suas operações diárias, pagar despesas e enfrentar imprevistos, garantindo sua continuidade e sustentabilidade.

No coração pulsante dos negócios, onde a liquidez financeira é o oxigênio que sustenta a vida das operações diárias, surge um termo que carrega em si a essência da continuidade empresarial: a Necessidade de Capital de Giro (NCG). Esse conceito, embora muitas vezes relegado a uma linha discreta nos relatórios financeiros, é a linha tênue entre o fôlego constante de uma empresa e a asfixia repentina nas águas turbulentas do mercado.

Para gestores, empresários e empreendedores, entender a NCG é como decifrar o código genético dos recursos financeiros que mantêm a empresa em movimento. Não é apenas uma questão de solvência de curto prazo, mas uma estratégia para garantir a agilidade e a resiliência diante das flutuações econômicas. Neste artigo, iremos desvendar os mistérios que cercam a NCG e por que ela é tão vital para a saúde do seu negócio. Acompanhe!

• Mapah Hub: inspirando decisões inteligentes

O que é a NCG?

A Necessidade de Capital de Giro é uma métrica financeira que determina a quantidade mínima de recursos líquidos que uma empresa precisa ter à mão para manter suas operações diárias sem interrupções e de forma solvente. Assim, a NCG é um indicador de saúde financeira que mostra se uma empresa possui capacidade monetária para cobrir todas as suas obrigações correntes, tais como pagamentos a fornecedores, salários, impostos e outras despesas operacionais.

Para uma compreensão mais aprofundada, é crucial distinguir o Capital de Giro Líquido (CGL) da Necessidade de Capital de Giro (NCG). O CGL é a diferença entre os ativos circulantes (como caixa, estoques e contas a receber) e os passivos circulantes (como contas a pagar e outras dívidas de curto prazo). A NCG, contudo, foca mais no processo de ciclo operacional e de financiamento, considerando que parte dos ativos circulantes é financiada por meio de fontes espontâneas de curto prazo, como fornecedores e obrigações fiscais.

Em outras palavras, a NCG destaca o capital adicional que a empresa necessita além dessas fontes de financiamento espontâneas para financiar o estoque e os recebíveis. Portanto, este cálculo é essencial para determinar quanto a empresa precisa efetivamente financiar por meio de capital próprio ou financiamento externo para manter suas operações sem imprevistos.

Além de evidenciar a liquidez operacional, a NCG também atua como um termômetro para a gestão eficaz. Uma NCG positiva sugere que a empresa é capaz de financiar seu ciclo operacional com os recursos disponíveis, enquanto um valor negativo pode sinalizar a necessidade de revisão da gestão financeira ou de buscar alternativas de financiamento.

Qual é a importância de medir a NCG?

O empreendedorismo funciona sob a seguinte lógica: investir primeiro para ter lucro depois. Isso só é possível quando há capital disponível, não é mesmo?

Além de cobrir as despesas do negócio enquanto não entra o dinheiro das vendas, o capital de giro também vai ajudar a viabilizar vendas a prazo. Dessa maneira, a reserva suficiente em caixa garante não apenas a continuidade das operações como também viabiliza investimentos. Sendo assim, o capital de giro da empresa pode sustentar um déficit temporário de recursos.

Portanto, a importância da medição da Necessidade de Capital de Giro transcende a simples contabilidade. Ela é uma ferramenta decisiva para o planejamento estratégico. Um cálculo preciso de NCG permite que a empresa:

  • identifique potenciais gargalos financeiros antes que se tornem crises;
  • faça ajustes operacionais para melhorar a liquidez;
  • planeje investimentos em maquinário, infraestrutura ou expansão com mais segurança;
  • negocie prazos de pagamento e recebimento baseando-se em dados sólidos.

Dessa maneira, a compreensão da NCG é essencial para o planejamento financeiro estratégico, já que fornece uma base sólida para a determinação de estratégias que visam otimizar o ciclo de caixa, garantir liquidez contínua e minimizar custos financeiros. Em termos de tomada de decisão, a NCG serve como uma métrica crucial ao fundamentar escolhas relacionadas às políticas de crédito, estabelecimento de prazos de pagamento a fornecedores e gestão eficiente de estoques.

Por fim, a análise detalhada da NCG também desempenha um papel vital na identificação proativa de riscos financeiros, oferecendo à empresa a capacidade de antecipar e corrigir desequilíbrios potenciais antes que esses problemas se agravem, evitando assim complicações financeiras mais sérias.

• Quando fazer uma auditoria contábil?

Como calcular a NGC da sua empresa?

O capital de giro que você precisa vai depender de uma variedade de fatores. Um fator crucial é a duração do seu ciclo de fluxo de caixa – ou seja, o intervalo de tempo entre o pagamento dos fornecedores e matérias primas e o recebimento do pagamento das vendas. Durante esse período, sua empresa precisará cobrir os custos gerados e ter alguma margem de segurança para custos inesperados, como uma conta de imposto.

Detalhando o ciclo de conversão de caixa, você terá que cobrir os custos durante:

  • o momento de compra dos materiais e estocagem; 
  • o período de fabricação e venda do seu produto ou execução do seu serviço;
  • enquanto você espera o cliente pagar.

Geralmente, quanto maior o saldo de capital de giro, maior a probabilidade de sua empresa cumprir suas obrigações financeiras atuais.

Lembre-se: quanto mais longo for o seu ciclo, mais capital seu negócio precisa. Dessa forma, para calcular o valor que sua empresa precisa de capital de giro, primeiro você deve entender a duração do seu ciclo de conversão e o quanto de dinheiro é necessário para fazê-lo retornar.

Tendo isso em vista, partimos para transformar essas informações em dados monetários. Chegar a esses dados é relativamente simples, já que a NGC é apenas a diferença entre ativo circulante e passivo circulante.

Sendo que o ativo circulante é um bem que pode ser transformado em dinheiro a curto prazo, como por exemplo: contas a receber. E o passivo circulante é uma conta que precisa ser paga no curto prazo

A fórmula básica para calcular a NCG é:

NCG = AC − PC

Onde:

  • NCG = Necessidade de Capital de Giro
  • AC = Ativos Circulantes
  • PC = Passivos Circulantes

Além disso, para uma avaliação mais precisa, é possível desdobrar o cálculo em componentes específicos:

  1. Estoque: representa o valor dos produtos ou materiais que a empresa mantém em estoque. O cálculo da necessidade de capital de giro relacionada ao estoque envolve a diferença entre o custo do estoque inicial e final mais as compras durante o período.

    NCG Estoque ​= (Custo do Estoque Inicial + Compras) − Custo do Estoque Final

  2. Contas a Receber: refere-se ao dinheiro que a empresa espera receber de seus clientes. A necessidade de capital de giro relacionada às contas a receber é calculada pela diferença entre as vendas totais e as vendas já recebidas.

    NCG Contas a Receber​ = Vendas Totais − Vendas Recebidas

  3. Contas a Pagar: representa o dinheiro que a empresa deve a seus fornecedores e outros credores. A necessidade de capital de giro relacionada às contas a pagar é calculada pela diferença entre as despesas totais e os pagamentos já realizados.

    NCG Contas a Pagar ​= Despesas Totais − Pagamentos Realizados

Somando esses três componentes, é possível obter uma visão abrangente da Necessidade de Capital de Giro da empresa.

Como manter a NCG da minha empresa otimizada?

Gerenciar a Necessidade de Capital de Giro de uma empresa é uma arte que combina percepção analítica com a implementação de táticas financeiras inteligentes. Mantê-la otimizada requer um entendimento detalhado das nuances do seu ciclo operacional e das condições de mercado em que sua empresa atua. Aqui estão algumas estratégias que você pode implementar:

Gerenciamento eficiente de estoque

O excesso de estoque pode imobilizar uma quantidade significativa de recursos que poderiam ser utilizados de maneira mais produtiva. Utilize sistemas de gerenciamento de estoque que abracem técnicas como Just-In-Time (JIT) ou Economic Order Quantity (EOQ) para equilibrar a demanda com a oferta e reduzir custos de armazenagem.

Políticas de crédito e cobrança

Amplie as análises de crédito para minimizar o risco de inadimplência e implementar políticas de cobrança mais eficazes. Incentive pagamentos antecipados ou à vista por meio de descontos e condições favoráveis. Construa um relacionamento sólido com clientes para garantir um fluxo de entrada de caixa previsível.

Negociação com fornecedores

Tenha como aliados os seus fornecedores buscando termos de pagamento mais flexíveis que estejam alinhados ao seu ciclo de vendas. Isso poderia significar um alongamento dos prazos de pagamento sem impactar suas relações comerciais.

Cuidado com a expansão

Embora a expansão possa parecer um sinal de sucesso, ela deve ser cuidadosamente planejada. Expansões aceleradas podem levar a um aumento desproporcional da NCG. Analise o impacto de qualquer plano de expansão no capital de giro e procure estratégias de crescimento sustentável.

Monitoramento constante

Faça análises recorrentes do capital de giro e implemente um painel de controle financeiro (dashboard financeiro) para monitorar seus principais indicadores em tempo real. A prevenção é sempre o melhor caminho e uma abordagem proativa pode salvar sua empresa de crises financeiras.

Use de tecnologia e automação

Implante soluções tecnológicas que permitam uma melhor gestão financeira. Softwares de ERP (Enterprise Resource Planning) oferecem ferramentas de previsão e análise que ajudam a antecipar necessidades de capital de giro e a tomar decisões estratégicas informadas.

Conte com especialistas

Pode ser particularmente desafiador fazer projeções precisas se sua empresa estiver crescendo rapidamente. Por isso, é tão importante contar com a parceria de quem realmente entende do assunto.

Obter uma verdadeira compreensão das suas necessidades de capital de giro pode envolver o planejamento  estratégico e tributário, um serviço que oferecemos aqui na Mapah. Estamos há mais de 20 anos entregando soluções que fazem a diferença na saúde dos negócios de nossos clientes. 

Conte com a Mapah para lhe ajudar no entendimento do seu negócio! Converse com um de nossos consultores e entenda como podemos ajudar a sua empresa a crescer com segurança e planejamento.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir