Como pagar menos Imposto de Renda na compra ou aluguel de imóvel?
Filtro de Categorias
23/03/2022

Mapah

Como pagar menos Imposto de Renda na compra ou aluguel de imóvel?

Como pagar menos Imposto de Renda na compra ou aluguel de imóvel?

Não é de hoje que o mercado imobiliário oferece uma série de oportunidades para investidores. Se tratando de um investimento sólido e conservador, comprar um imóvel para renda pode ser feito tanto como pessoa física (PF) como pessoa jurídica (PJ). 

Isso porque muitas pessoas passaram a ver nos imóveis uma alternativa de investimento mais segura do que os fundos ou as ações. Outros também precisam enfrentar um mercado em retração para comprar ou vender um imóvel e realizar seu sonho de se mudar para uma casa maior ou conquistar seu lar.

Seja qual for o motivo do desejo em investir em imóveis, é importante saber que a carga de impostos sobre de transações imobiliárias pode até mesmo inviabilizar um negócio.

Assim como em outros casos, é cobrado imposto de renda sobre a valorização dos patrimônios imobiliários. Isso quer dizer que, na prática, você terá que pagar para a Receita Federal um valor referente à diferença entre o preço da compra e da venda do imóvel. Ou seja, quem vive da renda de aluguéis acaba sofrendo com a incidência da tabela progressiva do Imposto de Renda (IR)

Por outro lado, quem vende um imóvel precisa pagar 15% de IR sobre o lucro da operação. Porém, a própria legislação tributária mostra situações em que se torna possível pagar menos imposto. 
 
Isso porque, algumas medidas, por mais simples que sejam, como por exemplo somar o valor de reformas e benfeitorias ao preço de compra do imóvel, podem garantir uma melhor relação com o Leão.

Pensando nisso, nós preparamos esse artigo para apresentar 5 situações que permitem você economizar na hora de acertar as contas.

Como pagar menos IR na compra ou venda de imóveis? Saiba agora!

1) Declare todas as benfeitorias realizadas no imóvel

Uma das formas de pagar menos IR é declarando todas as benfeitorias, isso significa que você deve declarar todos os gastos com reformas no imóvel, por exemplo.

Sendo assim, se você alterou, ampliou ou fez reparos antes de vender e tiver posse dos comprovantes, basta que você os mencione corretamente em suas declarações, assim o imposto a ser pago pode ser menor. Lembrando que nesse caso, o mais importante é ter todas as comprovações em mãos. 

Não só isso, como também o valor pago à corretora de imóveis pode garantir um desconto, porém também é preciso guardar o recibo de IR.

A legislação tributária cobre apenas o IR sobre o ganho líquido de capital e os gastos com obras e imobiliárias.

2) Abra uma empresa caso seja investidor em imóveis

A legislação do imposto de renda é mais rigorosa com as pessoas físicas do que com as jurídicas, por isso,  caso você faça da venda de imóveis uma espécie de negócio, você tem a opção legal de abrir uma empresa para esse fim.

Dessa forma, você poderá ter mais lucro já que não terá que pagar 15% sobre o ganho de capital de cada imóvel vendido.

• Imposto de Renda para investidores: como funciona?

3) Utilize o dinheiro da venda do imóvel para comprar outro

Antes de mais nada, saiba que essa ação é protegida pela Lei de nº11.196, contudo, para fazer uso dessa brecha é necessário que você conheça algumas exigências:

• A lei apenas protege a compra e venda de imóveis residenciais;
• O contrato de compra deve ser fechado em até 180 dias após a venda do imóvel;
• Atenção! Só é possível realizar essa ação uma vez a cada cinco anos;
• Caso a compra seja de um imóvel de valor inferior ao ganho, você pagará imposto sobre essa diferença.

4) Vender imóveis de até R$ 440.000,00

Você sabia que é possível até mesmo se isentar da taxa estipulada pelo governo

Isso em casos em que o imóvel vendido for de até R$ 440.000,00. Para a isenção acontecer, o vendedor não pode ter outro imóvel ou partes de outras propriedades em seu nome, ou, até mesmo ter vendido algum imóvel nos últimos cinco anos.

• Imposto de Renda Pessoa Física: um guia completo para você não cair na malha fina!

5) Passe mais tempo no imóvel antes de fechar a venda

Muitos não imaginam, mas saiba que quanto mais tempo você passa sendo proprietário do imóvel, maior redução de imposto você tem?  

Para saber exatamente quanto será o imposto em relação ao tempo que você passou no imóvel, você pode utilizar o próprio programa de declaração do Imposto de Renda, o site irá realizar o cálculo e informar o valor do imposto em questão.

• Confira quais são os documentos necessários para a declaração do IRPF

Se você tem imóveis alugados:

É necessário consultar seu contador para ver se não está na hora de abrir uma administradora imobiliária para gerir sua carteira. 

Nesse ponto, é preciso fazer algumas simulações, porém há situações em que é aconselhável transferir a carteira para uma pessoa jurídica, em vez de sofrer toda a tributação de IR como pessoa física, como já mencionamos acima.

De uma forma geral, alguém com uma renda de aluguéis superior a R$ 5.000,00, já pode pensar com seriedade nessa opção. É importante atentar-se, há várias ressalvas a serem feitas, já que a abertura pode não ser rentável se o investidor não explorar comercialmente os imóveis. De todo modo, em alguns casos, ela é muito positiva.

Conclusão

Agora você entendeu um pouco mais sobre o Imposto de Renda cobrado sobre a venda de um imóvel e sabe que sim, é possível pagar menos ao realizar uma negociação tão grande como as que acontecem no mercado imobiliário. Acredite! Isso vai te ajudar muito!

Considerado que estamos falando de um setor de grande impacto social, o mercado imobiliário oferece oportunidades de realizar bons negócios sem sofrer tanto com os impactos da Receita Federal. 

Dessa forma, é muito importante que, para além desses passos que mostramos neste artigo, a pessoa esteja amplamente informada sobre as opções que pode seguir. 
 
Às vezes realmente não dá pra fugir, apenas uma equipe de contabilidade de confiança irá conseguir mostrar a transação imobiliária mais vantajosa para cada situação, por isso é importante contar com ajuda profissional. 

Só de conhecer algumas brechas disponíveis você pode conseguir o alívio que estava precisando! 

Lembrando que atrasos ao efetuar o pagamento pode gerar uma multa de 20%, de correção monetária e juros. Como sabemos que você não vai querer pagar nada a mais, é bom ficar atento aos prazos! 

Por isso, conte com um consultor Mapah para auxiliar na sua declaração do Imposto de Renda. Agende uma conversa conosco! 

Newsletters

Cadastre-se e receba notícias
toda semana direto no seu e-mail!

Clique aqui

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir