6 Erros de gestão que a sua empresa pode estar cometendo
Filtro de Categorias
08/06/2022

Mapah

6 Erros de gestão que a sua empresa pode estar cometendo

6 Erros de gestão que a sua empresa pode estar cometendo

Com a acirrada concorrência criada nos últimos anos no mundo dos negócios, ficou cada vez mais impossível a chance de cometer erros. Principalmente se tomarmos como base que um erro pode ser crucial para uma crise em seu negócio.

Por isso é importante saber como a gestão está sendo conduzida e como devemos atuar para evitar grandes erros que possam prejudicar o empreendimento futuramente.

Nesse artigo, traremos seis erros que, provavelmente, você comete na sua gestão e que podem estar atrapalhando o seu desenvolvimento. 

1. Tenha registro de todas as movimentações

Os registros de movimentações financeiras da sua empresa precisam estar organizados de forma detalhada permitindo a visualização de entradas e saídas financeiras. 

É importante que nada seja descontado, principalmente lançamentos de débitos e créditos, pois ao completar essa visualização é possível analisar o empreendimento ao todo, conseguindo visualizar o que está sendo gasto de forma correta e o que está sendo gasto de forma indevida.

Registrar essas movimentações em seu negócio, possibilita que a saúde financeira funcione de forma organizada.

Não controlar os gastos é um erro crucial. Independentemente do tamanho da sua empresa, é muito importante que os gastos sejam analisados e que haja uma rotina de avaliação.

Cada operação deve ser registrada informando qual a quantia utilizada para ela. Dessa forma, é possível controlar quais pontos precisam ser melhorados e quais são as despesas que precisam ser cortadas para melhorar a renda. 

Sendo assim, é crucial que a empresa possua um relatório de fluxo de caixa. Através do fluxo de caixa a empresa consegue determinar e analisar suas demandas. 

O fluxo de caixa para nível de conhecimento refere-se a quantidade de dinheiro recolhido pela empresa em determinado período. Muitas vezes os empreendedores utilizam fluxo de caixa para análise de uma ação. 

Assim como o fluxo de caixa, também é importante ter acesso ao demonstrativo de caixa. Nele é possível ter a visualização das atividades operacionais, das atividades de investimento e das atividades de financiamento no período de análise. 

Tanto o fluxo de caixa, quanto o DRE são relatórios essenciais para a gestão econômica financeira de qualquer empresa. 

Confira aqui 5 dicas práticas para melhorar a gestão do seu contas a pagar.

 2. Tenha uma reserva econômica

Se o empreendimento consegue visualizar suas despesas futuras através do DRE ou do fluxo de caixa e o mesmo não possui uma reserva econômica para possíveis problemas, é um completo despreparo. 

Outro erro que muitos empreendedores cometem é não separar uma reserva financeira para possíveis eventualidades. Muitos empreendedores, por não possuir experiência, acabam retirando toda a quantia do caixa como lucro e causam um buraco na saúde financeira. Isso acontece em diferentes realidades, do micro ao grande, mesmo com todo mecanismo interno de auditoria, esse comportamento está sujeito a acontecer.

É importante que haja uma reserva para possíveis eventualidades, sem que a empresa passe por sustos ou apertos. Outro ponto importante ao possuir uma reserva, é que seu negócio não precisará solicitar um empréstimo no banco, evitando os juros que vem com o auxílio bancário.

Momentos de instabilidade podem ocorrer a qualquer período do ano, por mais estruturada e independente que seja a empresa do seu porte. Evitar que o andamento da empresa seja comprometido é essencial.

3. Saiba sobre a sua concorrência

É necessário que haja monitoramento sobre a concorrência, estar atento sobre como ela se comporta visualizando os discos de perder clientes para a mesma. 

No entanto, por mais que haja todo esse monitoramento em torno das transações da sua concorrência, não esqueça a essência da sua empresa, sabendo aplicar os preços, missão e valores de acordo com seu planejamento empresarial. 

Quando uma empresa não analisa o real valor para produzir determinado produto ou serviço, pode acabar colocando o seu preço abaixo do que realmente vale. Nesse caso, a margem de lucro trabalhada é muito pequena ou inexistente, colocando em risco a saúde do negócio. 

Por isso, independentemente do valor de mercado dos seus concorrentes, é necessário avaliar o custo com trabalhadores e matéria-prima, além de outros fatores determinantes para produção do produto e serviço e somente após essa análise precificar conforme a sua margem de lucro. Afinal, nem tudo que é muito barato, é bom. Vale se destacar pela qualidade e aumentar seu valor de mercado.  

Além da precificação, também é importante ter mapeado o controle de estoque. A falta desse estudo faz com que a empresa cometa excesso ou falta de matéria-prima, prejudicando seu andamento. 

Por isso, é muito importante também ter o controle das mercadorias mais vendidas, priorizando a compra delas. Além de estudar quais são os produtos com menos saída, criando estratégias para movimentos no estoque.

4. Falta de acompanhamento da rotina empresarial

A rotina de um gestor, seja em uma grande ou pequena empresa, pode ser muito desgastante. Dependendo da sua atuação, você provavelmente estará fazendo viagens e participando de reuniões constantes. É aqui que alguns profissionais acabam se perdendo. 
Se você não conseguir incluir em sua agenda o acompanhamento da rotina integral da empresa, abrirá possibilidade para as falhas de processos e dos funcionários.

Sendo assim, é crucial ter líderes responsáveis pelas equipes que reportem problemas e atualizações de cada área para você, delegue essas atividades e defina processos. Tenha reuniões periódicas para verificar o andamento de todas as áreas e analisar possíveis pontos que necessitam de maior atenção. 

Dessa forma, será possível identificar as falhas mais rapidamente, realizando as ações necessárias para saná-las.

Faça de tudo para descentralizar as responsabilidades entre lideranças e debata as decisões da empresa no geral, levando em consideração o panorama de cada uma das áreas.

Baixe nosso e-Book: Guia do empreendedor – tomando decisões inteligentes baseadas em dados. Clique aqui.

5. Não saber a hora de investir

Ter uma visão ampla e realista sobre o seu empreendimento é um fator crucial, isso porque vários empresários acabam cometendo ações equivocadas visualizando ações à frente do seu negócio. 

Ou seja, é necessário saber o momento de investir, de reinvestir e de arriscar no seu negócio. Estar de olho nas ações dos concorrentes, sempre buscando o momento ideal para sua empresa. 

É importante estar sempre atualizado com o mercado, buscando atuações na área financeira, além de processos e tudo aquilo que o cliente realmente almeja, e ver, impactando e fazendo com que a persona tenha interesse em seu negócio. 

6. Não investir em publicidade

Se você ocupa cargos mais elevados e tem o poder de decidir entre investir ou não em publicidade, saiba que é preciso que sua empresa tenha visibilidade. Quanto mais o seu negócio fica escondido, mais ele acaba sendo esquecido pelo seu público alvo.

Investir nas redes sociais está cada vez mais cabível no orçamento e de fácil manuseio, além de estar se tornando um ponto quase que obrigatório Por isso, sempre que possível, marque a presença do seu empreendimento nas redes sociais. 

Delegue essas funções para profissionais competentes e defina com clareza (ou repasse o que já foi definido) o posicionamento do negócio. Lembrando: você não será o responsável por definir ou executar ações, mas sim, demonstrar os objetivos da empresa e mostrar o caminho.

Conclusão 

Nesse texto, podemos constatar que a gestão de uma empresa quando realizada com atenção é essencial para manter a saúde financeira do negócio no azul. Por isso, mantenha seus controles empresariais sempre atualizados e de fácil visualização e estudo. 

Nós da Mapah podemos te ajudar! Através da nossa contabilidade consultiva, utilizamos dashboards dinâmicos e uma leitura de relatórios inteligentes, nossos especialistas proporcionam uma visão estratégica, com assertividade, segurança e qualidade. Entre em contato com um de nossos consultores e agende uma conversa para conhecer mais sobre a contabilidade como ferramenta de gestão.

Newsletters

Cadastre-se e receba notícias
toda semana direto no seu e-mail!

Clique aqui

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento.

Prosseguir